Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Companhia da Música

O prazer de partilhar a música com os amigos.

Companhia da Música

O prazer de partilhar a música com os amigos.

“Luzes da Ribalta” iluminam Europarque

Outubro 21, 2008

companhiadamusica

 

Mais de um milhar de pessoas assistiram no passado sábado no grande auditório do Europarque, aquele que foi até hoje o mais conseguido espectáculo encenado pela Companhia da Música.

 

 

Inspirado nas bandas sonoras que marcaram o cinema, a noite abriu com a Orquestra de Paços de Brandão liderada pelo maestro Hélder Tavares a interpretar o tema do filme “Super Homem” e acabou ao ritmo da marcha do filme de guerra “ A Ponte sobre o Rio Kwai”
Para trás ficaram mais de duas horas de musicas inesquecíveis emocionalmente devorados por uma plateia composta por publico de várias gerações que a medida que as imagens dos trailers dos filmes eram projectados na tela, reagia de acordo com as suas próprias emoções, á interpretação no palco dos músicos e cantores.
 
 
Com um reportório muito bem elaborado e tendo por base as musicas mais marcantes da história do cinema centralizadas entre os inícios dos anos 30 e os finais da década de 90, a Companhia da Musica e os seus ilustres convidados apresentaram mais de 50 temas no palco do Europarque.
No fim o público mostrava-se surpreendido com a prestação dos jovens da Orquestra de Paços de Brandão e da Academia de Bailado Liliana Leite, com os momentos brilhantes de Eva Danin em “Cabaret” e “New York,  New York”, as espectaculares interpretações de Cecília Soares nos temas “ My Heart Will Go On”e “Over The Rainbow”, a facilidade com que André Rego empolgou a plateia em “I Don't Wanna Miss a Thing” e “( Everything I Do) I Do It For You”, e ainda com as surpreendentes actuações dos convidados Délio Danin em “C’est Magnifique” e o vozeirão de Rui Moreira  em “La Novia”, tudo sempre feito debaixo da bitola dos onze magníficos da Companhia da Musica, coadjuvados por um coro de luxo formado pelas vozes encantadoras da Sandra, Brígida, Venusa e Patricia.
 
 

 

“Luzes da Ribalta” ficará para sempre na memoria do publico e dos seus participantes, mas terá sempre um sabor muito especial para Benjamim Maia, membro fundador da Companhia da Musica, que acabava de concretizar um dos grandes sonhos da sua vida.
Fotos: Patrice Almeida

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.